TV MÁFIA
Gastronomia
Cupcakes da Chubby Vegan!
23.05.2015 // cinema&tv / comportamento / seriados

Há uns bons anos eu não tenho mais TV no quarto, por problemas do tipo, meu pai toma conta da TV da sala (e eu quero a minha privacidade para ver meus programas), minha TV pifou mesmo e preguiça eterna de comprar uma nova pra ter um ponto hd no quarto – afinal, agora só pode ter NET com sinal HD.
 
Problemas a parte, meu entretenimento principal acabou virando este device que utilizo para escrever estas palavras: meu macbook <3 Só conectar na internet que a gente ganha o mundo. E se depois de vasculhar o facebook, ler posts e videos em blogs e vlogs preferidos, tem hora que cansa. A gente quer é assistir uma TVzinha.
 

All day on the Internet @ We Heart It

 
Viciei em séries, e confesso que sou fã de torrents e legendas. Aliás, um obrigada àqueles lindos que legendam as séries que eu tanto quero ver e nunca chegam na minha TV inexistente. A gente baixa seriado mesmo e se reclamar, baixo filme também. Mas, confesso que de uns tempos para cá até isso deu preguiça: download. Queria apenas ligar a tv/computer e assistir alguma coisa. Aí entra ele, o queridinho, o Netflix.
 
Sim, virei fãzona desta coisa maravilhosa, essa infinita caixa de surpresa com filmes e seriados sem fim, alí, a um clique do mouse. Achei incrível quando todomundo estava falando de Breaking Bad e eu nunca tinha assistido. Foi só dar uma vasculhada no sitezinho mágico e vi lá: váaarias temporadas já legendadas e tudo esperando só o play. Assisti tudo e ainda acompanhei o fervor da última temporada com a galere – mas aí voltando pro download + legenda.
 

Watch Series All Day @ We Heart It

 
Aí acabou Breaking Bad e eu queria ver algo diferente. Veio The Fall, com a Scully e o Christian Grey lindão. Que série! Incrível! E aí acabou The Fall e eu fiquei sem seriados de novo. O que assistir? Scandal? Unbreakable Kimmy Schimdt? The Bridge? Todas?
 
Comecei a reparar que o Netflix me deixava em uma bolha incrível. Tão mais fácil não precisar ligar a TV, escolher o download no computer, procurar a legenda, baixar, juntar tudo, bla bla bla. E aí que tá o trunfo: a gente se acostuma tão fácil a escolher a próxima série ou filme que até esquece da existência de outras possibilidades na TV da sala, de assistir a um documentário no discovery home & health ou um lançamento na HBO. Esquece até de ver Game of Thrones! (culpada, não assisto desde o ep 3 da temporada atual). Esquece até mesmo, da vida lá fora – melodramatiquei.
 

Netflix Al Night

 
O vício de agora? The Good Wife, e vendo de 2 a 3 eps por noite! E estou adorando. Não me julguem por estar mega atrasada em outra série fantástica. E por as vezes preferir ficar em casa fazendo maratona do que ir pro shopping passear fazendo nada também.
 
P.S. >> voltando pro blog agora, depois de um tempinho away por any reasons. Tks Fabi por me receber novamente <3

por:
(1) Comentário
21.05.2015 // música

2015 é o ano deles!

 

Banda formada em 2010 em Londres produz música eletrônica de altíssima qualidade. Constituída pelo tecladista Olly Alexander, baixista Mikey Goldsworthy e sintetizador por Emre Turkmen – os meninos vêm tomando conta das paradas ao redor do mundo.

De um estilo único a banda só pode ser descrita como electropop com traços de R&B e house dos anos 90. Suas principais influências são Flying Lotus, Radiohead e Diplo.

 

 

Seu primeiro single I wish I knew,  foi lançado em julho de 2012 pela gravadora Good Bait, na época a banda tinha cinco integrantes.  Mas apenas em janeiro com o lançamento de Desire os rapazes – agora três integrantes – emplacaram como décimo sexto lugar na Billboard.  Já o single King, levou o primeiro lugar da parada Britânica e rendeu indicações ao Critics Choice Awards no the Brit Awards de 2015 e o prêmio BBC “Som de 2015”.

 

 

Atualmente outras duas músicas do mesmo álbum, King e Shine  – lançada há apenas uma semana – ocupam o quadragésimo sexto e trigésimo primeiro lugar respectivamente na hot  hundred da Billboard.  Os três hits são do álbum Communion, pela Polydor Records, e tem previsão de lançamento para 10 de julho de 2015.

 

 

O lançamento do novo álbum gera muitas expectativas pela coletânea impecável de músicas bem produzidas e super dançantes. É o tipo de CD que você não vai conseguir pular uma faixa sequer.

Estamos mega empolgadas para dia 10, mas enquanto isso você pode curtir o som deles aqui. Ou garantir sua cópia na pré venda no site oficial.

 

xx, Nat

 

Sem Comentários
20.05.2015 // beleza / Máfia Make Up / maquiagem

Um item de make que transforma completamente o visual é o iluminador, né? Você pode até fazer um olho básico e passar um batonzinho nude, mas se a pele estiver bem feita e iluminada, a maquiagem fica o poder! Cara de rica, amiga!

Tenho alguns bons iluminadores aqui em casa, mas confesso que o coração sempre batia mais forte pelo Soft and Gentle (da MAC), até eu encontrar um bom concorrente à altura: Naked Illuminated, da Urban Decay. Ele está disponível em duas cores:  Aura (a minha, puxada para o dourado) e a Luminous (mais clara, perolada). Até a caixinha é linda!

Segundo o site da Sephora:

“O Naked Illuminated Shimmering Powder é um pó iluminador leve para rosto e corpo, com um sofisticado brilho microfino. O pó iluminador contém partículas que refletem a luz, proporcionando uma aparência luminosa e deixando a pele lisa, sedosa e com um leve brilho! Formulado para dar o retorno da cor de um pó solto e a conveniência de um pó pressionado, este pó cintilante vem em uma caixa linda que faz o presente perfeito. Possui um espelho generoso e um compartimento separado debaixo do pó. Este pó suave e sedoso contém partículas que refletem a luz, criando uma aparência luminosa, radiante. Basta passar o pó onde quiser para criar um brilho instantâneo.”

De fato, o brilho que ele tem é especial. A embalagem é bem prática, tem um espelho grandinho até (adoro) e, no compartimento abaixo, vem um pincelzinho para aplicar. Pode ser que esse aplicador ajude na hora de deixar o produto na bolsa e precisar dar uma retocada, mas ainda não o usei. Uso meus pinceis velhinhos de guerra mesmo.

Ele custou R$ 167,00 (Sephora Brasil). É carinho sim, mas vem muito produto, viu? Tenho certeza de que vai durar bastante!

Beijos!

Fonte: Sephora Brasil

Sem Comentários
07.05.2015 // atualidades

Essa série mal começou e eu já estou apaixonada por ela! Fiquei muito triste com o final de Gossip Girl e desde então procuro outra série que tenha um toque de moda, riqueza, glamour, poder e confusão! Hahaha. Confesso que já li algumas críticas bem ruins a respeito dela, mas nem me abalei, viu? Gostei e ponto!

Então, vou falar um pouco sobre a minha nova queridinha: “The Royals”! Trata-se de uma série do canal E!, inspirada em Hamlet, criada por Mark Schwahn (One Tree Hill), Brian Robbins e Joe Davola (One Tree Hill, Smallville).

 

A trama gira em torno de uma fictícia família real britânica e o modo pelo qual ela se relaciona com o mundo das celebridades, corrompido pelo dinheiro e pelo poder. É interessante observar como essa questão é explorada, já que muita gente acaba tendo uma visão meio que romântica e idealizada dos ricos e poderosos, né? Muitos conceitos são desconstruídos nessa série.

O príncipe Robert, um monarca amado pelo povo, é acidentalmente morto durante seu treinamento militar. Depois desse terrível fato, seu irmão, o príncipe Liam, torna-se o próximo na linha de sucessão e passa por uma série de dificuldades oriundas dessa posição, que é cheia de responsabilidades. O príncipe é apaixonado pela estudante de artes e história Ophelia (Merritt Patterson), filha de Ted (chefe de segurança da realeza).
A relação de Ophelia com Liam não agrada a Rainha Helena (Elizabeth Hurley), que enfrenta problemas em seu casamento com Simon (Vincent Regan), o Rei da Inglaterra. A Rainha Helena é um dos grandes destaques da série, com todo seu glamour e seus segredos. Sua outra filha, a Princesa Eleanor (Alexandra Park), ovelha negra da família, é uma jovem que adooora uma festinha. Ela desperta o interesse de Jasper (Tom Austen), um dos seguranças do Palácio.

Bom, não vou dar mais informações para evitar spoilers. Até o presente momento, foram disponibilizados 8 episódios. E que venham os próximos! Caso alguém já esteja acompanhando essa série, deixe comentários aqui no site, ok? Vou amar, porque estou viciada nela!

Beijos!

FONTES: http://theroyals.com.br | http://veja.abril.com.br/blog/temporadas/tag/the-royals/

 

Sem Comentários
14.01.2015 // atualidades / comportamento

Está brigado com alguém? Quer se vingar daquela pessoa que te sacaneou?

Temos a resposta perfeita! O shipyourenemiesglitter.com se vinga por você. Por apenas U$9.99, o site promete enviar um envelope recheado de glitter para seu inimigo. A vítima receberá um bilhete misturado ao glitter explicando o motivo pelo qual está recebendo a carta. Assim, a pessoa terá de rasgar e procurar para espalhar o máximo possível. Uma carta que promete frustração infinita.

Afinal de contas, quem nunca sofreu ao usar glitter na terça-feira e encontrar na roupa, no rosto, na comida na terça da semana seguinte?

Não importa onde e quando você usou, ele ficará na sua vida por semanas após a abertura dessa carta.

É uma ótima alternativa para o chefe mala, o carinha que te fez chorar ou até a vizinha fofoqueira.

No momento, os pedidos estão suspensos pela grande demanda  – o site chegou ficar fora do ar devido à grande quantidade de acessos – mas ao que tudo indica, logo mais você poderá se vingar com todo glamour.

Glitter, neles!

  • TAGS:
  • (1) Comentário
    25.11.2014 // atualidades

    foto: Nathália Corrêa

    Há três anos  tive a oportunidade de ir a Buenos Aires pela primeira vez, volto sempre que posso e me apaixono novamente. O clima de “Europa da América Latina” atrai a nós brasileiros. Tem sido cada vez mais procurada como destino de férias ou final de semana prolongado.

    É bem comum andar por lá e encontrar pessoas falando português e falando sobre o Brasil. Em Buenos Aires você será bem recebido e em alguns estabelecimentos, celebrado, por ser brasileiro. A tal rivalidade entre Brasil e Argentina mora nos campos de futebol e na cabeça de meia dúzia de bobocas por aí, vá tranquilo. É só não ir ao estádio do Boca, em dia de jogo, e usando camisa do Brasil e você ficará bem. Não abuse da hospitalidade.

    Poderia enumerar dezenas de passeios, restaurantes e lugares imperdíveis, mas isso você encontra aos montes por aí. Esse post é sobre COMPRAS.

    Na primeira vez por lá, fiquei maravilhada com a cidade e com tudo de diferente daqui.  Fiz todos os passeios turísticos e saí com amigos e sobrou pouco tempo para garimpar lojas e preços. Só consegui reparar nisso na última visita a capital portenha e, dessa vez, comprei muito! E o melhor, com pouco.

    A diferença de capital favorece, mas de nada adianta tal diferença se você não souber onde comprar melhor.

    Algumas lojas listadas não são as mais baratas, mas compensam muito na qualidade e nos produtos diferentes. Os argentinos  no geral se vestem de maneira mais sóbria, já moda alternativa é demais!  Se você gosta de roupas com formatos inusitados, estamparia e indie, vai adorar.

    Esses são os lugares em que encontrei o melhor custo benefício e vários achados a preços bem camaradas ;]

     

    Cuesta Blanca – http://www.cuestablanca.com.ar/$$$$$$

    Remete a Emme de diversas maneiras, as estampas, modelagem e as coleções também.  Lá você encontra calças pantalona, flare e camisas de franja, vestidos longos e monos. Peças bacanas lotavam as vitrines e os preços eram bem camaradas.

    Os tamanhos são bem diferentes – um 38/40 brasileiro, por exemplo, de lá é 44.

     

    Farmacity – www.e-farmacity.com $$$$$$

    As farmácias de lá são bem diferentes das brasileiras, você encontra desde sabão em pó a eletroeletrônicos.  A Farmacity é uma rede de farmácias com fabricação própria de cosméticos e outros itens.  Além da enorme variedade de importados como Rímel, Lóreal, Maybelline, Dior, entre outros a parte que mais vale a pena são os produtos de produção própria.

    Os esmaltes são incríveis, pecam um pouco na variedade de cores, mas a fixação é ótima e a durabilidade também. O preço é outro ponto positivo, cada esmalte custa em média 20 pesos. Ótimo pra presentear as amigas viciadas em esmaltes.

     

    I<347 – www.47street.com.ar/ $$$$$$

    Bem trendy, a 47 street tem peças mais urbanas e jovens.   Remete à antiga Side play – quem lembra? Kimonos vestidos e roupas com um perfume esporte são o destaque desta estação e aliadas a personagens Disney e Looney Toones, não dá pra não amar.

    Os tamanhos também são bem menores então provar é essencial.

     

    Isadora http://www.isadora.com.ar/argentina/en_US/ $$$$$$

    Isadora tem tudo para todos os gostos. Bolsas, turbantes, chapéus e bijuterias dos estilos mais variados e bem atuais. Além da qualidade do material, que é muito boa, o preço é justo.

    Existem várias lojas em shoppings e nas ruas, a melhor loja em termos de variedade é a da Calle Florida. Você encontra filiais no Chile, Peru, Argentina, México e Usa.

     

    Complot – http://www.complot.com.ar/  $$$$$$

    Urbana e Rocker, a Complot tem peças que vão de meias de gato, luvas e toucas a vestidos e túnicas a là Lindsay Lohan.

    Os preços são mais salgados que a maioria, mas a variedade de peças e itens únicos faz com que seja um ponto imperdível na sua viagem. As liquidações são muito boas e os tamanhos também são menores que os do Brasil.

     

    Todomoda – http://www.todomoda.com/argentina/index.php  $$$$$$

    Será difícil se controlar na Todomoda. Chapéus, colares, lenços, bolsas e muitas outras coisas a preços ótimos.

    A coleção indie Folk, primavera/verão 2014, tem franjas, colares e chapéus lindos. Comprei um chapéu de palha tipo floppy que definitivamente foi o melhor achado de viagem. A parte de vestuário é bem pequena você encontra vários modelos de cropped, mas os itens que realmente valem à pena são os acessórios. Para as amantes de mochilas é uma parada obrigatória, a variedade é boa e os tecidos são bem diferentes. De todas as lojas que indiquei, essa é a minha preferida. <3

    Entre uma medialuna com paso de los toros e uma visita ao zoo de Lujan, aproveite essas dicas pra renovar o guarda-roupa. :)

     

    Xx,

    Nat

    Sem Comentários
    30.10.2014 // comportamento / sentidos

    O tempo passa e a loucura do dia a dia e as obrigações da vida adulta acabam por atormentar a cabeça de qualquer um. Volta e meia você toma “pílulas amargas” sem perceber e essas pílulas acabam tornando você uma pessoa amarga.

    Não é saber ser feliz o tempo todo, é saber filtrar o que você recebe do mundo. Ser mais livre para se amar e não se perder de você.

    1. Abra sua mente para o novo

    Uma vez ao dia eu provo algo novo. Um livro de um gênero diferente, aquela fruta esquisita que você comeria, uma música diferente do rádio ou aquele perfume que comprou e jurou que ia usar mais. Mude as combinações de roupas e prenda o cabelo de uma maneira diferente. Tudo isso renova, traz energias diferentes e agrega coisas boas.

    1. Limpe o que você consome

    Uma faxina pessoal é extremamente necessária. Qualquer pessoa que te faça sentir, dizer ou viver algo que te faça mal: corte. Parece algo extremo, eu sei, mas coisas que te levem a nutrir um sentimento negativo ficam com você, pesam no seu dia. Você acaba gastando tempo que seria aproveitado de maneira melhor se gastado da maneira correta. Isso vale para deixar de seguir o feed daquela pessoa que te faz sentir mal com você mesmo ou fugir daquela pessoa que gosta de trazer as mazelas dos outros como vitória pessoal. Tudo isso passa a ser um baldinho de areia dos outros que você passa a carregar por aí. Será que vale a pena?

    1. Invista em você

    A vida é sua, só você pode escolher se quer passar por algo ou não. Às vezes, fazer as coisas por consideração não passa de tempo perdido. Mude o corte de cabelo, conheça lugares novos, de Bali ao novo restaurante da esquina. Pense em o que você pode fazer para se tornar a melhor de versão de você! Inspirar-se nos outros é válido mas lembre que no final das contas a única opinião que realmente importa é a sua.

    1. Trace pequenas metas

    Muita gente tem mania de traçar metas inalcançáveis de ano novo. Metas irreais servem apenas para gerar frustração. Pense de maneira realista e sem mentir para si próprio. Uma pequena meta como “terminar de lavar as roupas antes de quinta-feira” pode fazer milagres numa rotina corrida.

    foto:Nathália Corrêa

    1. Alimente o corpo

    Muito se fala de ser saudável e comer bem, exercícios e blábláblá. A real é que ninguém tem saco de comer salada todo dia. Não se prive de comer o que gosta por dietas malucas. Tente ser saudável e fazer trocas espertas sempre que possível. O arroz branco vira arroz integral e um lanche enorme pode ter mussarela light, no prato em vez do pão. Faça marmitas para as horas de fome com castanhas, frutas, iogurte. Faça uma programação.

     O que importa é não deixar de ver a comida como algo prazeroso. Quer coisa melhor do que comer algo que se gosta muito?

    1. Alimente a alma

    É fundamental se sentir em paz consigo mesmo para que as coisas ao seu redor fluam.

    Meditar cinco minutos por dia pode ser incrível se você tiver o tempo e a concentração.  Se esse não for o seu caso, separe alguns minutos do seu dia para o nada. Parar e olhar ao redor enquanto dirige para o trabalho ou aqueles minutos depois do almoço. Leia mais: livros, revistas, jornais, rótulo de xampu, vale tudo para saber de tudo.

    E o principal: Lembre-se de que sempre que você fechar os olhos o que resta é você e você. Não há motivo para não tentar ser o melhor e ser feliz.

    Xx,

    Nat

    Fotos: Tumblr/Nathália Corrêa

    Sem Comentários
    01.10.2014 // atualidades / beleza

    foto:Leandro Bordoni

     

    1.       Mais barato nem sempre é a melhor opção.

    É bem comum ouvir de clientes que ‘aquele tal estúdio da esquina fez um preço mais barato’ -, e entendo perfeitamente a mania brasileira de barganha, mas quando se trata de algo permanente como uma tattoo, é legal pensar melhor. Quando for barato demais, desconfie! O material pode não ter boa procedência. E vale lembrar que, doenças como Hepatite C e HIV podem ser contraídas através de uma simples tatuagem.

     

    2.       Na dúvida, não.

    Aquela ideia genial que você teve ontem e vai tatuar hoje! Se não tem certeza absoluta de que é isso que quer, não faça. Nome de namorados, cônjuges também são furada! São o tipo de coisa que 99% das pessoas acabam por cobrir ou remover. A remoção além de dolorida, é bem mais cara que a tatuagem, e deixa marcas. E coberturas nem sempre vão sair exatamente como você quer.

     

    3.       Custa muito caro?

    Cada tatuador e estúdio têm um valor de sessão ou valor fixo – não espere que aquele fechamento de costas com um dragão lindo seja feito por pouca grana. Seja realista, é um trabalho artístico que, demorou anos para o tatuador dominar, e, provavelmente vai durar mais do que você. Muitos estúdios parcelam e fazem trabalhos grandes por sessão – que pode variar de duas ou mais horas. Converse com o seu profissional e veja como ele trabalha nesse aspecto.

    Conheço muita gente que faz o ‘cofrinho tattoo’ – pagar à vista, em alguns casos, pode valer bem mais a pena.

     

    4.       Como escolher o tatuador?

    Existem muitos profissionais capacitados por aí, e outros nem tanto. O importante é ter seu desenho bem definido. A partir daí, procure saber se o tatuador é especializado no tipo de desenho que você deseja. Olhe o portfólio, peça para fazer um estudo e, o mais importante: ouça o que ele tem a dizer! Muitas vezes, temos ideias que funcionam perfeitamente em teoria, mas na prática é bem diferente. Sua pele não é um papel, nem tudo é tatuável ou permanecerá com a mesma qualidade em longo prazo. Letras pequenas tendem a fechar com o tempo, por exemplo.

     

    5.       Dói muito? Qual lugar dói menos?

    Sensibilidade à dor é algo bem pessoal.  Já presenciei reações bem diferentes em lugares iguais. Tatuagem dói! Não acredite se te disserem o contrário. A intensidade da dor e o local que dói mais ou menos dependem inteiramente da sua sensibilidade.  Escolher o local por intensidade de dor pode resultar em arrependimento. Escolha de acordo com o que você e o tatuador concordem que resultará em um trabalho bom.

     

    6.       Tenho que seguir alguma dieta?

    Como qualquer procedimento, recomenda-se reduzir a ingestão de alimentos com efeitos que possam potencializar alguma infecção ou alergia. Alimentos muito gordurosos, como carne de porco e alguns condimentados – pimenta, por exemplo – devem ser evitados.

     

    7.       Qual a pomada ideal?

    É comum o tatuador recomendar uma pomada ou bálsamo cicatrizante para tatuagens. Antes de comprar a tal pomada, veja se você não tem alguma alergia aos componentes da fórmula. Nesse caso, o mais seguro e correto é pedir uma recomendação ao seu dermatologista. Além de recomendar algo mais adequado para a situação ele pode te auxiliar caso ocorra algum tipo de reação adversa.

     

    8.       Posso tomar sol? Quando passar protetor solar?

    A pele é uma tela que já possui cor. Lembre-se que, se o sol queima sua pele, sua tatuagem vai queimar também. Alguns pigmentos são mais resistentes à luz solar e desbotam menos. Converse com seu tatuador e explique caso você tome bastante sol.

    O protetor solar é importantíssimo na conservação da sua tatuagem, e nesse caso quanto mais, melhor. Se você é adepto ao protetor solar todos os dias, sua tatuagem ficará impecável por anos.

     

    9.       Posso coçar? Por quê?

    É normal durante o processo de cicatrização, que a área tatuada apresente coceira.  Resista! A coceira é um sinal de que o seu corpo está tentando curar o ferimento, e, ao coçar você expõe o ferimento às bactérias presentes embaixo das unhas e nos dedos.  Uma das bactérias mais comuns é a streptococcus pyogenes, que causa uma infecção fortíssima chamada Erisipela. Infecções como essa, além do óbvio perigo, ainda prejudicam o resultado final da sua tatuagem.

     

    10.   Vou precisar retocar depois de quanto tempo?

    O retoque depende diretamente do seu cuidado com a tatuagem, tanto no processo de cicatrização, quanto nos anos seguintes. Protetor solar é essencial e hidratação constante também. Cuidando bem, talvez você nem precise em curto prazo. Em média, as mudanças da pele determinam o retoque. Com o passar dos anos, a pele perde sua elasticidade natural e isso altera a tatuagem. Mantenha contato com o tatuador, e ele saberá informar a hora ideal para um retoque.

     

    Aqui vai um vídeo explicando o motivo da tatuagem ser permanente. O áudio é inglês então não esqueça de ativar a legenda ;)

     

    Com isso em mente, é só encarar a agulha e ser feliz com o resultado! Boa Sorte!

    Nat

    (2) Comentários
    24.09.2014 // entrevistas

    Gente linda, hoje eu entrevistei uma amiga muito querida e talentosa: Vanessa Yamane. Ela vai contar para nós um pouco sobre a sua relação com a fotografia, já que ela arrasa nessa arte! Deem uma espiadinha:

     (Imagem: weheartit)

     

    -MDD: Van, qual a sua profissão? Como você começou a explorar o universo da fotografia?

    Atualmente sou assessora jurídica na Prefeitura de São Paulo. Mas descobri na fotografia uma nova paixão. Senti a cortina do mundo se levantar por meio de um clique. O meu olhar definitivamente se ampliou. Mais poesia e cores surgiram ao redor. Objetos antes sem vida tornaram-se possibilidades infinitas. A foto deixou de ser apenas uma imagem, passou a ter vida própria. Verdade seja dita: fui contagiada pelo mundo mágico da fotografia!

    (Imagem: weheartit)
    -MDD: Qual a sua relação com a fotografia e qual o espaço que ela tem na sua vida? Que câmera você usa?
    A fotografia hoje ocupa um espaço significativo da minha vida. A relação é de puro prazer. Sem compromissos. Há dois anos uso praticamente só a Canon T4i com a lente do kit (18-55mm) e a câmera do celular (SIII mini). Pretendo, porém, adquirir em breve nova lente.

    -MDD: Você costuma frequentar exposições? Existe algum fotógrafo que você tem como fonte de inspiração?

    Eu gosto muito de exposições. Dos mais diversos tipos. Queria muito ter visto a da dupla Os Gêmeos. Faltou tempo. A exposição da Yayoi Kusama foi formidável. Extremamente inspiradora.

    Fotógrafo brasileiro: Sebastião Salgado (claro!). Fotógrafo estrangeiro: Henri Cartier Bresson.

     

    -MDD: Existe algum estilo de fotografia da sua preferência? Você usa instagram? O que pensa sobre o aplicativo?

    Adoro fotos urbanas. Fotografia de rua. Que se movimentam e falam por si.
    Uso sim o instagram. Simplesmente adoro o aplicativo! Conheci amantes incríveis da fotografia por meio dele. A interação é ótima e agregadora.
    (Imagen: weheartit)
    -MDD: Dicas para quem quer se jogar no meio da fotografia, considerações  finais e contato.
    Acredito que fotografia é mais feeling do que técnica.
    Aventure-se na magia das fotos. Descubra novos mundos por meio da câmera. Impossível não se apaixonar…
    Contato:
    Email: vanessayamane@gmail.com
    Instagram: @vanessayamane
    – MDD: A Van selecionou 5 fotos lindas que estão entre as preferidas dela, junto com boas lembranças. Vamos ver:
    A foto abaixo foi tirada no comecinho de agosto em Cusco. Mais precisamente em Qorikancha. Fui sozinha ao Peru e foi maravilhoso! Voltei encantada pelo país, pela cultura e, claro, pela gastronomia! Kusi significa feliz na língua quechua e foi assim que me senti durante toda a minha estadia lá :)
     
    Exposição no antigo hospital Matarazzo. Feito por brasileiros. Vale a pena conferir! Adorei as intervenções artísticas e todo o espaço tombado!
    São Paulo vista do bar Terraço Itália. Cidade enérgica, amada e idolatrada. Esta foto está sendo vendida no site www.ppposters.com :) Parceria da qual muito me orgulho.
    Rio de Janeiro, maio/2014.
    Após mais de 50 anos, a irmã da minha avó realiza o sonho de conhecer o Brasil.
    País este escolhido pelos meus avós. Paisagens deslumbrantes. Sentimento eterno.
    O garotinho peruano da foto estava tranquilamente fazendo xixi quando se deparou comigo. Sim, eu o assustei com minha total indiscrição. Chinchero, agosto/2014.
  • TAGS:
  • Sem Comentários
    19.09.2014 // celebridades / cinema&tv / seriados / tv

     1. Ela sabe de tudo

     2. Inclusive dos dramas do dia-a-dia

     

    3. Aprecia mesmas coisas que todas nós

    4. E compartilha a mesma filosofia de vida

    5. Já sofreu bullying

    6. Mas sabe quando dar o troco

    7. Entende a beleza de um novo relacionamento 

    8. Ama os animais

    9. Conhece todas as tendências mais recentes

     

    10. Dá valor a boa música e a uma alimentação balanceada

    11. Compartilha do seu ódio quando alguém não responde as suas mensagens

    12. Nicole é um pouco como todas nós, maluca, sem filtro e a festa só começa quando ela chega!

    #Recomendamos

    Candidly Nicole surgiu uma web série produzida pela AOL e acabou por se tornar um Reality Show pelo canal VH1. A série traz um pouco da vida de Nicole Ritchie  –  você provavelmente se lembra dela por “The Simple Life” ao lado de Paris Hilton.  Nicole é maluca, sem filtro e passa por diversas situações bem estranhas e engraçadas.

    A série acaba de ser renovada para uma segunda temporada, vai ao as nas quartas-feiras e ainda não tem previsão de estréia no Brasil. Você pode acompanhar os primeiros episódios da web série aqui.

     

    xx.

    Nat

    (1) Comentário