You Won't Regret That Tattoo - Short Documentary Film by Angie Bird

Geralmente quem fala sobre tatuagem aqui no Máfia é a Nat, mas hoje o assunto é meu! Estava no momento do looping do Facebook, aquele que você fica descendo a barra de rolangem para sempre, dando likes em fotos e ocasionalmente clicando em alguns links externos. É aquela conversa de sempre: você encontra notícias sobre música, alguém com uma foto bacana, fofocas de celebridades, e por aí vai.

Mas, de vez em quando, surge algum tema específico que nos chama muito a atenção, e este foi o caso do vídeo tema deste post: ‘You Won’t Regret That Tattoo’ é um curta-documentário que explora os significados e as memórias por trás das tatuagens de uma geração mais velha, e desafia a crença de que a tinta trará arrependimento no futuro.

O filme traz depoimentos de pessoas super diferentes que tem a tinta no corpo em comum. Achei incrível ver como cada tatuagem tem o seu significado, que por diversas vezes foram feitas em momentos particulares e importantíssimos para a história de vida de cada um.

Tatuagens como a de Berenice Williams, com desenhos de doces e cupcakes que representam sua filha, pois ela sempre a chamou de Sweet. Ou de Monica Branson, que comenta que seu primeiro desenho foi uma homenagem ao seu marido falecido – embora ela ache que ele não aprovaria, mas ele não estava mais aqui, então ela fez de qualquer maneira.

You Won't Regret That Tattoo - Berenice Williams

You Won't Regret That Tattoo - Monica Branson

Histórias como a de Rick Gadde, que celebrava momentos da sua vida com desenhos no corpo, como quando finalmente colocou o pedófilo que abusou a ele e seu irmão, quando criança, na cadeia. Histórias como a de Bruce Stewart, que tatuou uma pata de um urso no braço, referência ao seu nome de tribo, Gentle Bear, após ganhar o apelido do chefe do Native Center após um período de cura espiritual depois de uma grande perda. Histórias das mais simples às mais complexas, recheadas de significados.

You Won't Regret That Tattoo - Rick Gadde

You Won't Regret That Tattoo - Bruce Stewart

Tudo isso me fez pensar que tatuagens são cicatrizes que a gente escolhe ter. Que por algum motivo, a gente quer se apegar àquele sentimento, àquela hora, àquela sensação, daquele específico momento. O seu eu futuro pode sim se arrepender de um monte de tatuagens AND de outras coisas que você fez na vida, mas esse seu eu vai para sempre lembrar que aquela é a sua história, cheia de ups and downs.

por:
Sem Comentários