10.03.2014 // atualidades / beleza / moda

Qual é a mulher que não tem mil badulaques para levar na bolsa, né? Sejam acessórios, maquiagens, remédios – whatever – a gente “não vive sem” muita coisa!

Chegou aqui em casa uma novidade que vale muito a pena ser compartilhada: um nécessaire personalizado! Gente, é muito amor! É só escolher a ocasião, modelo, estampa, cor base, as letras e pronto: você terá seu próprio nécessaire, um produto artesanal e exclusivo mesmo.

A loja é muito fofa, tem várias opções de acessórios em couro estampado.

Todas as informações estão no site da marca, FAD: www.faddesign.com.br

Gostaram, amores?

 

 

*Esse post é um publieditorial

Sem Comentários
24.10.2013 // moda

Hoje, eu resolvi escrever sobre esse livro sensacional: Moda do Século, de François Baudot! É um prato cheio para os entusiastas da moda. Considero a leitura extremamente agradável e envolvente, com imagens apaixonantes, como algumas que eu mostro para vocês nesse post:

No século XVII, a moda significava uma maneira de ser e, por extensão, de vestir-se. Modo de vida era aquilo que se fazia, que se vestia, que se dizia.

No século XIX, moda passou a ser vontade de criar e necessidade de produzir. Até o final do século XIX, vestia-se de acordo com a classe social, a fortuna, a condição ou o tipo de trabalho. Porém, com a chegada do século XX, tudo começou a mudar. A aparência de homens e mulheres começou a se alterar rapidamente. Já se pode dizer que a moda mudou mais no século XX do que em todo o século XIX.

Em 2010, o mercado do luxo já contava com bilhões de dólares.

E é esse movimento constante de gostos e tendências que aborda o livro em questão, refazendo a trajetória da moda por meio de datas históricas, nomes famosos, grandes marcas, ícones, pioneiros, correntes estéticas, maisons de alta-costura, criadores contemporâneos. François Baudot dialoga com o efêmero, a frivolidade, a aparência, a sedução.

Alguém tem esse livro?

Sem Comentários
13.09.2013 // beleza / Máfia Make Up / maquiagem / moda / trends

Se você é daquelas viciadas em informação de moda e não passa um dia sem movimentar a internet em busca de novidades, vai saber a quem estou me referindo. Cris Guerra, mulher de força e de muita luz, mãe do Francisco, que dita tendências por onde passa e é a rainha de muitos fashionistas. Sim, a própria! Fundadora do Hoje Vou Assim, o primeiro site de looks diários na internet, e conhecida também pelos valores que passou para o filho, ainda na gestação, após a morte de seu companheiro, com o blog Para Francisco, em textos emocionados que se tornaram livro logo mais tarde. Ufa! Ela parece não parar. Ostentadora de tatuagens cheias de originalidade, a Cris exibe por onde passa uma beleza imponente e uma postura que deixa muita new face inspirada.

Minha prima (viva os Guerra!) e eu ficamos extremamente ligados ainda em Recife, durante uma semana de eventos de moda em que a diva foi dividir seus conhecimentos em palestras sensacionais. E recentemente esteve em São Paulo para o lançamento do seu mais novo livro Moda Intuitiva (quem viajou nas últimas semanas, viu que o rostinho da Cris está em vários aeroportos!) e quem que foi fazer a maquiagem?! #hahaha

Chega de papo-magia que todo mundo já sabe que morro de amores por ela. Em uma tarde inesquecível na casa da editora Cecilia Lima, decidi resgatar os truques que a Cris costuma usar nas maratonas de lançamentos que sempre está envolvida.

#brancacomoaneve A Cris é branquinha e do cabelo pretinho, com ossatura marcante e expressões destacadas. Olhos, boca, nariz, tudo aparece com esplendor em seu rosto. Já ouviram a expressão “Hopi Hari dos maquiadores”? É o que a face da Cris representa. Entendendo bem o território, começamos com a poção mágica do Fix + (MAC) e Dermacolor (Kryolan) aplicados com o auxílio de um pincel chato para base. O #190 (MAC) é um clássico mas para trabalhar bem o shape, optei pela versão chanfrada: o #193. Com ele, além de boa cobertura, você consegue transitar por pontos específicos do rosto com acabamento ainda mais profissional (o cantinho do nariz, por exemplo, contornando o maxilar, etc). O rosto fica livre das imperfeições e se a pele da zona T apresenta pontos de brilho, o Translucent Oil-Control Powder (Neutrogena)  com o #134 (MAC) resolve o problema.

#épratevermelhor Os olhos da moça põem muita Capitu no chinelo. São verdadeiros diamantes negros e brilham como se a felicidade invadisse seu corpo a cada cinco segundos. Em toda a pálpebra móvel, o Primer para olhos (O Boticário) transforma a textura da pele e torna ainda mais fácil a aderência das sombras. E faço questão que o look sofisticado envolva tons neutros porque o delineado tem de se fazer presente. As sombras  Half Baked, YDK e Busted, da palette Naked 2 (Urban Decay) são aplicadas nesta ordem, da canto interno da pálpebra à extremidade com o pincel #217 (MAC), que dá força à sombra e ainda deixa um esfumado sutil e bonito, ótimo para mesclar as cores. Rente aos cílios inferiores, a sombra Busted é aplicada suavemente com o pincel #214 (MAC) e logo esfumada com o #228 (MAC) discretamente.

#sobrancelhaemalta As sobrancelhas foram reforçadas com a sombra  Copperplate (MAC) e o pincel #212 (MAC). Os pelos foram assentados com o Clean Brow Set (MAC) logo após o formato e a curvatura terem sido acentuados com o iluminador Soft and Gentle (MAC). Simples e objetivo.

#lápisdecor Muita calma nessa hora. Como o look pedia um delineado com naturalidade, preferi utilizar o Lápis de Longa Duração Una (Natura) esfumado com o pincel #219 (MAC). Rente aos cílios da pálpebra móvel, em movimentos ascendentes e na diagonal para abrir mais e mais o olhar da Cris. O acabamento ficou ainda melhor quando o Lápis Pele (Contém 1g) tocou a linha d’água e atribuiu leveza ao semblante. Truque dos maquiadores! Daí, foi continuar a produção com a máscara Studio Fix Boldblack Lash (MAC) em excesso.

#escondidinho Na região das bolsas, o corretivo Select Moisturecover (MAC) garante o visual hidratado graças ao silicone presente em sua composição. A dica é aplicar com um pincel felpudo como o #222 (MAC) por exemplo. As linhas ficam muito mais leves e o efeito é delicado.

#maçãsdoamor Chegamos na parte que me faz atingir o nirvana cosmético! As maçãs da Cris são o poder e sedução no que há de mais incrível no universo da maquiagem. A cor do blush, o movimento ou até mesmo o pincel errado podem alavancar uma catástrofe no efeito da produção. Com a ajuda do #130 (MAC), vou depositando as poucos o Pure Sculpture Pro Sculpting Cream (MAC) na linha das bochechas (sabe aquela que fica evidente quando você faz bico?). O blush Peaches (MAC) vem sendo aplicado cuidadosamente com o pincel #138 (MAC) de maneira que não sobrecarregue a cor. A dica é sempre bater o pincel no dorso da mão antes de leva-lo ao rosto. No ponto mais alto das maçãs, o iluminador Soft and Gentle fecha tudo com chave de ouro.

#bocatudo Sempre doce e delicada, assim é a minha prima. E para dar nome, o batom Kinda Sexy (MAC) foi o queridinho da ocasião. Discreto, deixa a cor com um toque quente sem perder a compostura. Por ter acabamento mate, o Plushglass Fullfilled (MAC) dá brilho e volume aos lábios (aquele o efeito mentolado que deixa todo mundo com bocão?) e enche o visual de vivacidade. É o meu xodó nos backstages. Indico sempre.

Autêntica e extremamente graciosa, não há ser humano na Terra que não se debulhe em carinhos por esta mulher. “Pior que usar uma bolsa Chanel falsa é ser uma falsificação de si mesma”, dividindo uma das passagens que mais me encantaram em Moda Intuitiva, um livro que vai te surpreender. Certeza de que cada uma de vocês vai amar a delicadeza e lucidez de Cris Guerra.

Fotos: Acervo Pessoal Douglas Guerra

Sem Comentários
03.09.2013 // atualidades / beleza / celebridades / moda / trends

Com essa onda de festivais acontecendo aqui no Brasil e, principalmente, com o Rock in Rio chegando este mês (oba!), achei importante tirar todas as dúvidas sobre como se vestir nesses eventos. Afinal, uma escolha errada pode acabar com a festa rapidinho…

Essa é uma das ocasiões em que devemos colocar o conforto antes de qualquer outra coisa, porque sem ele fica impossível aguentar as várias horas de festival.

Como normalmente os shows acontecem em lugares abertos, terrenos irregulares e com bastante possibilidade de lama, recomendo nos pés botinhas sem salto (vale lembrar das galochas – botas de borracha bem estilosas e muito fáceis de limpar), rasteiras, sapatilhas e tênis.

Outra dica boa é se vestir em camadas, já que o evento começa cedinho com o sol a mil e acaba à noite com aquele ventinho gelado. Ninguém precisa tostar nem passar frio, né? Levem uma camisa amarrada na cintura ou um casaquinho leve. Até um lenço está valendo!

Um chapéu durante o dia é sempre bem-vindo e ajuda a dar uma “garibada” no look. Também prefira as bolsas na transversal que são mais confortáveis e mais fáceis de tomar conta.

Por último, mas não menos importante, abusem dos shortinhos! Só não se esqueçam de que vão passar o dia todo na farra e sentar várias vezes no chão… não vale ir com aquele shortinho delicado e todo fino!

E aí, meninas… como iremos ao Rock in Rio??

Fotos: Divulgação, Just Jared

Sem Comentários
04.02.2013 // editorial / moda

Aqui no Máfia das Divas vamos mostrar para vocês alguns dos trabalhos de nossos portfólios!

E o primeiro deles segue abaixo, intitulado “A Sustentabilidade do Contraste”, com Bárbara Pereira usando roubas da grife pernambucana Sá.Maria. As fotografias são de Maira Medeiros, que além de fotógrafa de moda, é colunista aqui no blog, a Teacher Maira!

Esperamos que gostem.

Editorial: A Sustentabilidade do Contraste

>> Leia Mais

Sem Comentários